image14

O que é uma holding familiar?

Já pensou que você pode proteger sua empresa e controlar seu patrimônio através de uma holding familiar? A grande questão que abrange o funcionamento das empresas familiares é: como será o processo de transição após a morte do patriarca da família? 

A holding familiar pode ser uma alternativa para o planejamento sucessório e um mecanismo de prevenção de disputas e interesses entre os herdeiros. Veja só! 

Holding Familiar

É uma forma de administração de empresas que têm como participantes os membros da família. Ela atua de forma a garantir que todas as decisões sobre o patrimônio sejam tomadas na forma de deliberações sociais (participação dos sócios). Ou seja, todos participam das decisões e visam um bem comum: a preservação e o crescimento da empresa. 

Desta forma, a holding familiar torna-se uma empresa da família construída ora com o intuito de administrar os bens ou as atividades empresariais, ora com o intuito de facilitar a sucessão patrimonial. A holding como pessoa jurídica pode ser sócia majoritária de várias outras empresas da família, ela sempre será a chefe que irá decidir o rumo das outras empresas através das decisões tomadas pelos seus sócios. 

Como é formada uma holding familiar?

Ela pode ser formada através de uma sociedade limitada (os sócios trabalham em função da preservação da empresa em conjunto) ou através de uma sociedade por ações (em que cada sócio tem uma parte na empresa e seus poderes são ilimitados nas ações compradas). 

No que diz respeito às atividades exercidas pela holding familiar, podemos destacar como sendo “puras”, quando atuam apenas como controladoras de bens e sociedade, e “mistas” quando atuam também em atividades empresariais (administração e locação de bens).  

Mas pra quê eu preciso formar uma holding para administrar o meu patrimônio? Se você não sabe, ela cuida dos três principais pilares de proteção de seus bens, como:

  • Planejamento sucessório: essencial para que a sua empresa sobreviva à uma transição de chefia após seu falecimento;
  • Planejamento tributário: analisa as possibilidades na hora da divisão de herança e sucessão das ações da sua empresa, visando economizar com gastos tributários; 
  • Planejamento Patrimonial: consiste em um conjunto de ações que defende o patrimônio pessoal contra “contingências externas”. 

O processo de uma holding familiar deve ser feito de uma forma analítica e auxiliado por um especialista de confiança, pois se a empresa tiver conflitos pessoais pode ser que não seja uma boa ideia. É muito comum que sejam estabelecidos regras para que todos os sócios tenham o mesmo poder de administração, mas para que isso aconteça, é essencial que estejam de acordo. 

Ficou com dúvidas de como funciona uma holding familiar e por que ela é fundamental na proteção patrimonial? Deixe o seu comentário, será um prazer orientá-lo!

Compartilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Soluções personalizadas com foco nos objetivos do cliente e na maximização de seus resultados.

Horários

Segunda à Sexta
das 08:30 às 18:00

Telefones

(41) 99961-4247
(41) 3033-6336

Endereço

R. Dr. Roberto Barrozo, 763 – Centro Cívico Curitiba – PR, 80520-070

E-mail

msv@msv.adv.br

 

© 2019 MottaSantos & Vicentini – Todos direitos reservados. Desenvolvido por 3MIND.

Powered by